Esportes

Atlético-MG comemora 113 anos com expectativa de títulos e melhora financeira

Fundado em 25 de março de 1908, o Atlético-MG completa 113 anos nesta quarta-feira (25). A data chega para os atleticanos com a expectativa de um futuro mais positivo quanto à vida financeira do clube, o que pressiona a equipe por títulos. Com um projeto audacioso e recebendo aporte que já soma mais de R$ 300 milhões de empresários ligados ao clube, o Atlético-MG faz contratações impactantes desde o ano passado.

Mais recentemente, o atacante Hulk, astro internacional, e o meia argentino Nacho Fernández, craque ex-River Plate (ARG), se juntaram a outros atletas já destacados como Keno, Guilherme Arana, Savarino e Alan Franco, além do ídolo Diego Tardelli, que esticou sua permanência pelo menos até maio deste ano.

A aposta atleticana em um futuro mais glorioso conta também com o grande projeto de sua nova casa: a Arena MRV. Com mais de 500 milhões provisionados em investimentos, o clube pretende inaugurar seu estádio em 2022, construído com auxílio de parceiros, dentre esses a MRV Egenharia, empresa da família Menin. Justamente esses empresários, Rubens Menin e seu filho Rafael, têm garantido uma quantia fora do comum em investimentos no departamento de futebol para tentar impulsionar o Atlético, o que também ajudaria nas finanças —hoje o clube possui mais de 700 milhões em dívidas.

“Hoje o Galo completa 113 anos. É uma honra presidir o clube neste momento em que está se implantando o projeto para o futuro. É esse o presente que eu, como presidente da instituição, quero dar ao clube. Um projeto de perenidade, que nos permita conquistar títulos em um futuro próximo, mas que também nos consolide como modelo de gestão”, disse o presidente Sérgio Coelho, em mensagem divulgada nas redes sociais.

O projeto citado pelo mandatário é também responsável por aumentar a pressão por conquistas. Em 2021, o Atlético disputará competições importantes, como a Copa Libertadores, o Brasileiro, a Copa do Brasil, além do Campeonato Mineiro, já em andamento.

Em todas essas competições, o time entra como forte candidato ao título. No caso do Nacional, carrega o peso de não ganhá-lo há 50 anos, já que o venceu apenas em 1971, na primeira edição denominada Campeonato Brasileiro.
Tomado de expectativas, o Atlético-MG não conseguirá realizar por ora suas comemorações como desejava pelos impedimentos causados pela pandemia da Covid-19. Inclusive, o clube tinha pretensões de lançar seu novo uniforme no dia do aniversário, mas, por sensibilidade ao momento de recorde de mortes pelo coronavírus, a diretoria preferiu mudar os planos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Generated by Feedzy