Local

Mesmo com fase emergencial, francanos movimentam Centro da cidade

Apesar dos pedidos frequentes de especialistas e do prefeito Alexandre Ferreira (MDB) para que a população evite aglomerações, os francanos lotaram a região Central da cidade neste sábado, 3, véspera de Páscoa. Idosos, ambulantes e famílias inteiras disputavam espaço nas praças Nossa Senhora da Conceição, a Catedral, Barão, 9 de Julho e do Itaú, além dos calçadões.

Eram várias as lojas que, apesar da proibição do atendimento presencial no estabelecimento comercial – é permitida apenas retirada no sistema drive thru (das 5 às 20 horas) e delivery (24 horas) – realizavam atendimento direto aos clientes. As medidas restritivas da fase emergencial do Plano SP valem até o dia 11 de abril.
Somente no primeiro dia em que as medidas da fase emergencial passaram a vigorar em Franca, na última quarta-feira, 31, a Vigilância Sanitária efetuou orientações a 30 estabelecimentos.

Dados do Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo apontavam que na terça-feira, 30, último dia em que o decreto do prefeito Alexandre Ferreira com medidas restritivas ainda estava em vigor o isolamento em Franca era de apenas 38%, bem abaixo do mínimo recomendado. Na quarta e quinta-feira, 31 de março e 1º de abril, a situação era ainda pior: 36%. Ontem, mesmo tratando-se de um feriado, o índice de isolamento na cidade atingiu apenas 41%.

O último boletim divulgado pela Prefeitura de Franca apontava 22.371 casos positivos e 434 mortes em decorrência da covid-19 em Franca. A ocupação dos leitos de UTI/SUS Adulto também está no limite com 51 ocupados de um total 52 disponíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo