LocalPolícia

Morre mulher esfaqueada pelo marido no Santa Efigênia

Morreu a mulher esfaqueada pelo marido na madrugada deste domingo, 11, no bairro Santa Efigênia, em Franca. Maria Lúcia de Jesus Oliveira, de 53 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos provocados pelo companheiro e morreu pouco depois. Após esfaquear a mulher, o homem atentou contra a própria vida e também precisou ser socorrido.

De acordo com informações preliminares, Maria Lúcia e o marido, que não teve sua identidade revelada, teriam se desentendido na madrugada de hoje. O homem teria chegado totalmente alterado na casa onde moravam, na Rua Alberto Peliciari, e, depois de uma breve discussão, teria se apossado de uma faca e atingido a companheira com pelo menos dois golpes de faca. Ela chegou a ser socorrida em estado gravíssimo por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), porém não resistiu.

O marido, que chegou a fugir, subiu em um telhado do vizinho e com uma faca, provavelmente a mesma com que golpeou a companheira, desferiu diversas facadas contra o próprio peito. Ele também foi socorrido até a Santa Casa de Franca. A Polícia Militar isolou o local para os trabalhos da perícia. O homem deve responder por feminicídio.


DESPEDIDA

Pelas redes sociais diversas pessoas deixaram mensagens de carinho para a vítima, que trabalhava como chanfradeira.
“Que noite foi essa… porque tanta tristeza… você foi arrancada de nós… Agora eu só posso rezar e chorar… Minha amiga e Tia como te chamei a minha vida toda de uma forma carinhosa… Tia Lúcia vai lá encontrar seu filho amado, ele está te esperando de braços abertos… Aqui ficará saudades e muitas lembranças… descanse em paz… a lei dos homens irá julgar e condenar e Deus fará justiça por sua vida… fica em paz… você fez o melhor pra todos que te cercavam…”, escreveu Lidiane Honório Oliveira.

“Sempre cuidou de mim, sempre supriu a falta da minha mãe, mesmo quando eu tinha ela, não dá pra acreditar, ainda mais assim, te amo minha irmã, seu sorriso será minha lembrança principal”, lamentou Carlinhos Hair.
“Minha família continua em luto, descanse em paz tia Lucia. Até onde vai isso? Hoje em dia matar tá muito fácil, pois a Justiça não faz mais nada! Mas à justiça de Deus não falhará, eu creio”, escreveu Karolaine Aline.
“Tanta coisa pra ser vividas, tantas coisa pra ser falada agora fica só a dor, amo você demais vai em paz tia Maria Lucia”, escreveu Katia Neres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo