Local

Vereadores votarão créditos adicionais e cidades inteligentes nesta terça-feira, 30

A Câmara Municipal de Franca vota nesta terça-feira, 30, R$ 13,1 milhões em créditos adicionais, além de projeto de lei para a implantação do conceito de “Smart Cities” (Cidades Inteligentes) no município de Franca. Por mais uma vez a reunião será virtual atendendo as medidas restritivas contra o avanço da Covid-19 na cidade.

Entre as propostas que serão votadas, três são de autoria do prefeito Alexandre Ferreira (MDB) e todas receberam pareceres favoráveis das comissões permanentes da Casa. Se aprovados os créditos adicionais serão utilizados nas parcerias com entidades para o funcionamento das creches do Jardim Palmeiras, Residencial Paraíso e Jardim Tropical I; realizar ajustes necessários para a manutenção dos serviços da Secretaria de Meio Ambiente; executar serviços de captura e castração de animais; e adequar dotações de despesas com pessoal da Guarda Civil Municipal.

Além disso, será votado o projeto de lei que aprova alterações no orçamento, desta vez no do Uni-Facef (Centro Universitário Municipal de Franca). A matéria autoriza a abertura de créditos adicionais suplementares no valor total de R$ 7,5 milhões para a universidade adquirir imóvel localizado na Avenida Doutor Ismael Alonso y Alonso e ampliar suas instalações.

Também será votado o projeto sobre a reestruturação do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – CACS-FUNDEB.

E, para finalizar, será apreciado também o projeto que dispõe sobre a implantação do conceito de cidades inteligentes em Franca. Ele se refere à cidade que possui inteligência coletiva e responsabilidade ambiental, promove o desenvolvimento social e estimula o crescimento econômico equilibrado por todo o território da cidade. “Existe uma recomendação do Senado Federal, através do seu programa Interlegis, solicitando que os vereadores apresentem esse projeto em seus municípios. Franca é a terceira cidade do estado de São Paulo a apresentá-lo, então saímos na frente. O princípio desse projeto é proporcionar maior qualidade de vida para a população”, explicou o vereador Donizete da Farmácia (MDB), um dos autores da iniciativa junto com o vereador Daniel Bassi (PSDB).

Com a pandemia e as medidas mais restritivas adotadas em Franca, o acesso do público ao plenário da Casa de Leis está vetado temporariamente. A sessão ordinária poderá ser acompanhada ao vivo através do Facebook da Câmara de Franca e também pelo Youtube. A reunião começa a partir das 9 horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo