Polícia

Quadrilha que aplicou golpe de R$ 1 milhão é desmantelada pela DIG de Franca

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Franca desmantelou nesta semana uma quadrilha responsável por aplicar golpes de R$ 1 milhão em mais de 20 empresas francanas. Segundo informações da Polícia Civil, os estelionatários montaram uma empresa de fachada, que levava o nome de Monteiro Distribuidora, em um barracão localizado na Avenida Emílio Paludeto, região Sul de Franca. “Durante três meses, no fim do ano do ano passado, eles adquiriram mercadorias de empresas da cidade e pagaram corretamente, porém quando conseguiram estabelecer o nome da empresa, aplicaram o golpe”, explica o delegado da DIG, Márcio Murari.

Ainda de acordo com o delegado, após os três meses e a confiança que conquistaram, a quadrilha multiplicou as compras. Entre os produtos que eram adquiridos pelos estelionatários estão bebidas alcoólicas, refrigerantes, energéticos, cigarros, gás, carvão, entre outros. “Quando chegava a data do vencimento dos boletos, os mesmos não eram pagos ou, em alguns casos, fizeram falsos depósitos bancários. E, quando os representantes das empresas procuraram os representantes da distribuidora, encontraram o barracão abandonado e com pouquíssimas mercadorias abandonadas pelo local”, disse.

De acordo o delegado da DIG, Márcio Murari, as investigações que levaram a quadrilha duraram aproximadamente um mês e começaram depois que a Polícia Civil foi procurada pelas empresas lesadas pelo golpe. Os investigadores da DIG identificaram os membros da quadrilha e na última terça-feira, 13, cumpriram mandados de busca e apreensão nas cidades de Santa Barbara D’Oeste, Sorocaba, Sumaré e Votorantim. A maior parte das mercadorias, segundo o delegado, foram localizadas e apreendidas com um membro da quadrilha que era o responsável pela venda dos produtos na cidade de Votorantim e Sorocaba.

Toda a mercadoria apreendida será devolvida para as empresas que foram vítimas do golpe e os suspeitos de integrarem a quadrilha responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato e receptação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo