Região

Deputada Graciela cobra medicamentos e mais leitos de UTI

Se não bastasse a falta de vagas nos leitos de UTI e as doses insuficientes de vacina, o baixo estoque dos remédios do kit intubação é o mais recente risco que tem deixado as autoridades e gestores de hospitais em alerta. Em Igarapava, a 85 quilômetros de Franca, a falta de insumos levou a Santa Casa a fechar cinco das dez vagas disponíveis. Em Franca, a capacidade de atendimento está no limite e pode faltar medicamento para sedar pacientes caso o número de infectados continue crescendo.

A deputada estadual Delegada Graciela (PL) manteve contatos com os prefeitos de Franca e das cidades da região para tentar buscar soluções imediatas junto ao governo do Estado. “Estou muito preocupada com a situação e tenho feito constantes cobranças ao governo para que providências sejam tomadas com urgência. Temos que reforçar a nossa capacidade hospitalar e garantir o atendimento aos pacientes”.

A deputada também está intercedendo junto ao governo para ampliar as remessas de doses de vacina para Franca e para abrir novos leitos de UTI na cidade.

Na quarta-feira, a Assembleia Legislativa aprovou o regime de urgência para tramitação de projeto que permite a compra de vacinas para combate à covid-19 pelo Estado. A proposta autoriza o Governo do Estado a comprar vacinas caso as doses adquiridas pelo governo federal sejam insuficientes ou haja atrasos na entrega. “Mesmo com as medidas de restrição, o número de infectados não para de crescer e as UTIs de Franca estão com 100% de ocupação. Mais de 400 pessoas já perderam a vida na cidade vítimas deste terrível vírus. Somente uma vacinação em massa poderá mudar esta trágica situação”, finalizou a deputada Graciela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo