Região

Polícia Ambiental multa em mais de R$ 240 mil responsáveis por 208 incêndios em Aramina

A Polícia Militar Ambiental registrou 208 focos de queimadas criminosas em Aramina (SP) nos últimos dias e multou em mais de R$ 248 mil os responsáveis pelas áreas. Os incêndios atingiram mais de 63 hectares de APP (Área de Preservação Permanente), 27 hectares da cultura de sorgo, 16 hectares de vegetação nativa e 7 hectares de cana-de-açúcar.

Segundo informações da Ambiental, em apenas uma propriedade, cujo o responsável foi multado em R$ 69,7 mil, o incêndio atingiu uma área de 62 hectares e APP (Área de Preservação Permanente), além de uma pequena área de cana-de-açúcar. Com isso, o responsável foi autuado administrativamente por fazer uso de fogo em área proibida.

No outro caso, o incêndio atingiu mais de 51 hectares de uma propriedade rural. Foram queimadas áreas de cana-de-açúcar, sorgo, vegetação nativa e APPs (Áreas de Preservação Permanente). Juntas, as multas somaram R$ 178,9 mil. Além das multas, as áreas cobertas com vegetação nativa atingidas pelo fogo foram embargadas.

Os registros foram feitos durante a Operação “Corta Fogo”, que foi criada com o objetivo de intensificar a fiscalização contra atitudes criminosas, especialmente nesse período de seca, coibindo e autuando contra as queimadas por toda região.

OUTRO CASO

Uma usina em Aramina já havia sido multada em R$ 2,2 milhões após o fogo destruir mais de 300 hectares de vegetação na cidade. Na ocasião, segundo informações da Ambiental, foram encontrados 58 focos de queimadas no município em áreas administradas pela usina. Do total de hectares atingidos pelo fogo, 150 são de vegetação nativa do Bioma Cerrado; 103 de lavoura de cana-de-açúcar; 32 dentro de APPs (Áreas de Preservação Permanente); 16 em área de reflorestamento; e 5 de capim em área comum.

Legenda: Polícia Ambiental registrou 208 focos de queimadas em Aramina nos últimos dias durante a Operação “Corta Fogo”
(Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo