Religião

Páscoa, a vitória na cruz

Por Pastora Vanessa e Pastor Luís Fernando

Estamos na semana da Páscoa, para muitos são dias de reflexão e quebrantamento, dias em que nos lembramos do sacrifício de Jesus por todos nós. O homem santo e sem pecado que se entregou pela humanidade.

Creio que é, sim, um tempo de repensarmos em tudo que Jesus venceu e tudo que conquistou para nós, também de refletirmos sobre nossa total falta de merecimento por tudo que Ele fez! Porém vejo também que este é um tempo de celebrarmos sua vitória. Ele venceu na cruz, enquanto tudo parecia perdido, Ele derrotou o pecado e cumpriu o plano de Deus para Ele.

Naquela sexta-feira, enquanto o mundo assistia o homem que morria na cruz… Enquanto tudo parecia perdido, todos os sonhos se tornando em pesadelos…  Enquanto o céu ficava escuro e ele dava seu último suspiro… Enquanto os olhos humanos viam a dor, o sangue, os açoites, a coroa de espinhos, a cruz, a vergonha, a humilhação… O homem natural via a derrota, a traição, o abandono. Não houve quem olhasse para aquela cena e enxergasse um plano de Deus. Naquela cruz estavam expostos todos os sonhos e profecias despedaçados.

Aos olhos humanos Jesus era o perdedor, desfigurado, frágil, vencido e entregue, “não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele (Jesus), não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.” Isaías 53:2

Mas a sexta-feira acabou e a cruz ficou vazia, antes que se pudesse esperar Jesus gritou: “está consumado!” O dia amanheceu, era o sábado, um dia normal, nada foi alterado, anoiteceu novamente e chegou o domingo.

Os olhos naturais viram as coisas naturais, mas no mundo espiritual algo aconteceu. Ele rompeu com as cadeias da morte. Ele reviveu! As trevas viram que a morte do homem natural foi consumada, mas o plano era maior que isso. O Filho de Deus desceu ao inferno e despojou principados e potestades, o filho de Deus ressuscitou e ao raiar do domingo o sepulcro também estava vazio!

Não havia possibilidade da mente natural compreender o que estava acontecendo. O corpo de Jesus não foi encontrado.

A cruz e o sepulcro não eram o fim – o céu e o trono, sim. A redenção daqueles que crêem nEle sim, um novo caminho para que o homem se achegasse a Deus novamente, sim.

Jesus chocou o mundo com sua paixão, com seu sofrimento, com sua morte, mas também marcou a humanidade com sua vitória!

A Páscoa é a vitória sobre a cruz, a páscoa é a festa da nossa libertação. O homem da cruz, do sepulcro, da coroa de espinhos das chicotadas não perdeu para a morte, Ele venceu para nos livrar dela, Ele ressuscitou e hoje podemos nos alegrar porque em Cristo também podemos experimentar dessa eternidade.

Feliz vitória na cruz!

Prs Luís Fernando e Vanessa

Vanessa Triffoni Minelli e Pastor Luis Fernando Minelli são casados. São pastores na Comunidade Esperança de Franca. Ela é autora do livro “Não foi para morte, mas para a glória de Deus”. Luís Fernando é conselheiro de ética do Conselho de Pastores de Franca e diretor da Comissão de Cidadania e Política e é construtor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo