Opiniões

A importância do descanso

Estamos cada vez mais conectadas (os), muitas vezes temos a sensação de que 24 horas por dia não são o suficiente, restando pouco tempo para desfrutar com coisas prazerosas, que geram qualidade de vida.

O gerenciamento de várias tarefas, múltiplas jornadas, condições estressantes, fatores ambientais como o transito, demandam muita atenção, foco e concentração, desencadeando estresse, fadiga, irritabilidade, insônia, medo, etc.

Descanso é a interrupção do movimento, do trabalho ou do esforço físico e/ou mental; é a isenção de incômodos e de aflições; tranquilidade; sossego; é o repouso das fadigas do corpo ou do espírito; a folga; a pausa. Trata-se do relaxamento físico e mental.

Ambientes restauradores geram benefícios tanto físicos quanto mentais, pois reduzem o estresse da vida diária, promovendo a recuperação ante os desgastes cotidianos, impulsiona ao bem-estar, e amplia as formas como você vê e lida com as demandas, exigências e cobranças diárias.

Segundo estudos de Hutz, Zanon, & Brum Neto, o Brasil é apontado como um país com alto nível de estresse no trabalho, em que três de cada dez trabalhadores brasileiros sofrem algum distúrbio ligado ao esgotamento profissional, em vista disso, é de suma importância encontrar soluções para tentar minimizar as fontes de estresse e encontrar opções para promoção da qualidade de vida.

A forma como reagimos, ou o que fazemos para lidar com as situações estressantes faz toda a diferença no modo de enfrentamento, tornando possível ampliar as possibilidades para alcançar mais resultados positivos, como por exemplo tolerar ou reduzir as demandas e conflitos internos ou externos.

Estudos apontam que estar em conexão com a natureza ou em ambientes restauradores, podem gerar alívio do estresse e da fadiga, tornando possível renovar as energias, melhorar as relações sociais, além de permitir mais criatividade e produtividade…

Em um processo de psicoterapia você pode ser beneficiado em inúmeras possibilidades, como por exemplo adquirir autoconfiança (passando a ter mais clareza do que e do porquê escolheu algo), segurança, ampliar formas de lidar com situações estressantes (medo), ter um espaço só seu para se colocar como prioridade sem críticas ou julgamentos, vencer crenças limitantes, valorizar relações saudáveis ou identificar relações tóxicas, ter um local seguro e privativo para você contar para sua psicóloga o que ainda não teve coragem de contar nem para você mesma (o), além de poder reduzir ou eliminar problemas provocados pelo cansaço e estresse, valorizar pequenos tempos livres e torna-los produtivos.

Invista em você, afinal sua saúde é essencial!

Analba dos Reis Alves

É psicóloga (CRP 06/173476) [email protected] @psi.analba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo